24 C
Corupá
sábado, abril 13, 2024

Comércio em Jaraguá do Sul fechado a partir de amanhã (19)

GeralComércio em Jaraguá do Sul fechado a partir de amanhã (19)

Na manhã desta quarta-feira, dia 18, o CEJAS – Centro Empresarial de Jaraguá do Sul divulgou comunicado de informação e orientação à empresas associadas às suas entidades (ACIJS, APEVI, CDL e Sindicatos Patronais) e comunidade em relação às novas medidas anunciadas na terça-feira (17.03.2020) pelo Governo do estado e publicadas no Decreto Estadual nº 515/2020, que declara situação de emergência em todo o território catarinense. No comunicado, o presidente Luiz Hufenüssler Leige assinala que a recomendação do CEJAS é de que empresas e empresários associados, bem como toda a comunidade empresarial afetada, se organizem para o adequado e eficaz cumprimento das determinações anunciadas pelo Governo do Estado. Na nota, o CEJAS reafirma o compromisso das entidades que representam vários segmentos produtivos, de atuarem em conjunto com outros setores organizados da sociedade, do poder público e da comunidade, visando conferir tranquilidade aos seus associados e ao público em geral. “Quanto antes adotarmos medidas eficazes para enfrentamento da pandemia que vem se alastrando, tanto antes será possível controla-la e suprimi-la, possibilitando um retorno mais rápido e condigno à normalidade”, salienta o presidente do CEJAS e da ACIJS, Luiz Hufenüssler Leigue. O empresário lembra que o CEJAS integra o Comitê de Prevenção ao Coronavírus, juntamente com outras entidades do setor produtivo e da sociedade civil, poder público e órgãos de representação, atuando na realização de ações proativas em todos os ambientes nos quais a classe empresarial está representada. Nesse momento de crise mundial, a classe empresarial entende que todos devem usar de bom senso e sensibilidade para adição de práticas e ações que adequem os hábitos da sociedade em geral à necessária prevenção temporária, num esforço social, no combate à pandemia do novo Coronavírus (COVID-19). “As entidades que compõem o CEJAS seguem buscando entender as aplicações do decreto e os seus impactos, considerando que qualquer mudança de cenário será notificada aos associados”, completa o empresário.

n

 Medidas emergenciais

n

Dentre as determinações anunciadas pelo governador Carlos Moisés, em novo Decreto Estadual na terça-feira (17), destaca-se as seguintes medidas, com caráter de suspensão, pelo período de 7 (sete) dias:

n

 1. Circulação de veículos de transporte coletivo urbano, intermunicipal e interestadual de passageiros;

n

2. Atividades e serviços não essenciais (tais como: academias, shopping centers, restaurantes, comércio em geral, etc.);

nn

3. Atividades e serviços públicos não essenciais, em todas as esferas (municipal, estadual e federal), que não possam ser realizadas por meios eletrônicos ou mediante trabalho remoto;

nn

4. Entrada de novos hóspedes no setor hoteleiro.

n

Também estão suspensas, pelo prazo de 30 (trinta) dias, todos os eventos e reuniões, de qualquer natureza, públicos ou privados, com qualquer número de participantes. Além disso, as indústrias deverão operar em sua capacidade mínima necessária, nas regiões em que foi identificado o contágio comunitário (até o momento, aplicável à região sul do estado). Podem ser mantidos trabalho, atendimentos e reuniões que possam ser realizados por meios remotos e/ou eletrônicos.

Leia mais:

Leia mais sobre:

Os mais populares