bianca-ad-hd
Banner-Web-Portal-O-Corupaense-640x167

Floriani Equipamentos para Escritorio=

Os bombeiros voluntários de Corupá foram acionados nesta terça-feira (21) para captura de três cobras, sendo duas não peçonhentas e uma jararacuçu. Duas delas estavam na sede do Clube de Trilheiros Bananalama, no bairro Bomplant. Os animais foram percebidos quando um técnico em internet foi ao local para realizar uma instalação. Os animais foram devolvidos ao seu habitat natural.

Com o forte calor, os cuidados envolvendo animais peçonhentos devem ser redobrados. Por isso, preste atenção a algumas dicas:

Ao se deparar com uma, mantenha a calma. Se ela estiver indo para algum local, sem prestar atenção em você, é porque ela não fará nada. Deixe-a ir, sem molestá-la. Se ela se mantiver imóvel, olhando para você, ela pode estar preparando o bote. Não faça movimentos bruscos e afaste-se lentamente do local. Algumas espécies podem saltar 1,5m. O bote é proporcional ao tamanho, geralmente 1/3 do comprimento da víbora. Saia o quanto antes do campo de ação da cobra. Mas lembre-se: um gesto que pareça suspeito e ela atacará.

– Caso ocorra uma picada, nada de pânico. Primeiramente tente reconhecer se a cobra é peçonhenta (se injeta veneno). Não é recomendado sugar o veneno com a boca (a peçonha penetra na mucosa bucal, e quem sugar também sofrerá o efeito do veneno). Tente obter um extrator de veneno (um equipamento que se assemelha a uma seringa, com um bocal largo, apropriado para extrair o veneno do ferimento).

– A vítima deve permanecer em repouso, para que o veneno não se espalhe no organismo. Entretanto, deve-se providenciar sua remoção imediata para um posto de saúde. Avalie se é possível o deslocamento da vítima, ou se será necessário chamar ajuda.

– Antes de levar a vítima do local, identifique a cobra que picou. Observe com atenção as cores e formatos de suas listas/manchas, formato da cabeça e da cauda, tamanho, etc… Isso é fundamental para que seja ministrado o soro antiofídico correto.

– Ainda que não seja uma cobra venenosa, é importante ministrar os primeiros socorros adequados, e levar a vítima a um posto de saúde. Mesmo sem injetar veneno, a cobra poderá transmitir uma infecção.

– Não mate as cobras. Elas tem um papel fundamental no ecossistema, e matanças poderão desequilibrar o meio ambiente. Lembre-se: Você é o estranho na natureza, enquanto a cobra é parte dela.

 

Banner-Web-Portal-O-Corupaense-640x167