bianca-ad-hd
Banner-Web-Portal-O-Corupaense-320x100

Os vereadores do NOVO de Jaraguá do Sul protocolaram ofício junto à presidência da Câmara Municipal nesta quinta-feira (7) se comprometendo a renunciar privilégios como uso de celular oficial, diárias, passagens, despesas com cursos e palestras, carro e motorista oficial. Para Rodrigo Livramento e Sirley Schappo, eleitos para a gestão 2021/2024, estas despesas devem ser pagas pelos próprios legisladores e não bancadas com dinheiro público.

 “Esta é uma decisão muito clara para nós, que defendemos o fim dos privilégios e uma gestão eficiente dos recursos públicos. Acreditamos que ações que beneficiem quase que unicamente o vereador devem ser custeadas pelo próprio, e não pela população”, explica Sirley Schappo.

A decisão se manterá durante o mandato completo dos vereadores e segue a posição do NOVO em todo o país. Livramento, como defendido em sua campanha eleitoral, também não utilizará verbas destinadas para compra de material de escritório, fotocópias e correspondências.

“Mais do que uma promessa, é uma convicção pessoal. É um compromisso que agora se torna público e oficial. Queremos dar o exemplo para recuperar a confiança das pessoas na política”, complementa o vereador.

Rodrigo Livramento e Sirley Schappo concorreram pela primeira vez para a Câmara de Vereadores em 2020 pelo NOVO e assumiram a cadeira em 1º de janeiro deste ano. Com uma campanha focada no fim dos privilégios, desburocratização e revogação de leis inúteis, Livramento foi o segundo candidato mais votado em Jaraguá do Sul, com 3.021 votos. Sirley obteve 2.045 votos, sendo a mulher mais votada no Município, com bandeiras como educação e proximidade com as associações de moradores.

Os vereadores assumem ainda o compromisso de prestar contas com o cidadão, de fiscalizar o Executivo e aprovar propostas que promovam a redução da interferência do Estado.

Banner-Web-Portal-O-Corupaense-640x167