bianca-ad-hd
Banner-Web-Portal-O-Corupaense-320x100

Os proprietários de bares, lanchonetes, restaurantes e similares estão sendo convocados pela secretaria municipal de saúde de Corupá, para uma reunião que ocorrerá amanhã (1), às 9 horas,  na Associação empresarial do município. De acordo com o secretário, Michael Marques, a iniciativa é para debater o crescente aumento no número de coronavírus em Santa Catarina e no caso específico, em Corupá. “Todos estão sendo convocados para discutir o assunto e dar a contribuição a fim de que não tenhamos que adotar medidas mais drásticas como restrição ainda mais do horário de funcionamento destes locais, além de outras sanções”, explicou. Michael ressalta que tem uma preocupação muito grande com esse segmento da economia que pode ser penalizado ainda mais por causa da pandemia.

“Muitas cidades estão adotando medidas restritivas bem mais severas. Em Jaraguá do Sul, por exemplo, esse segmento só pode atender até às 21 horas. O que nós estamos fazendo é usar do bom senso, conversando com eles, pedindo a contribuição, para que não tenhamos que seguir o mesmo caminho. Agora, caso não haja essa conscientização, não teremos alternativa”, ponderou.

O secretário de saúde de Corupá observa que os comerciantes são fundamentais para evitar o aumento no número de casos, seguindo as recomendações de utilização do álcool em gel, mantendo o distanciamento e principalmente, cobrando dos clientes para que ajam da mesma forma. “Se eles não colaborarem, serão os principais prejudicados, então, por isso a importância desse encontro.  Queremos ouvir, explicar e conversar e havendo a conscientização de todos, penso que poderemos manter as regras como estão”, observou. Ele ressalta, porém, que o município não pode desrespeitar um decreto estadual. Sendo assim, caso o governo catarinense determine medidas mais rígidas de restrição, Corupá será obrigada a seguir.

Banner-Web-Portal-O-Corupaense-640x167