bianca-ad-hd
Banner-Web-Portal-O-Corupaense-640x167

Floriani Equipamentos para Escritorio=

A Polícia Civil de Santa Catarina cumpriu mandados de prisão e de busca e apreensão em Jaraguá do Sul, Guaramirim e em Uruguaiana (Rio Grande do Sul), na Operação “Pombo de Ouro”.

A ação é da 4ª Delegacia Especializada no Combate à Corrupção (DECOR)-Blumenau. Segundo o Delegado de Polícia Lucas Almeida, apurou-se a suspeita de fraude em licitação em 2018 em contratos de prestação de serviços de controle de pragas por uma empresa junto ao Porto de São Francisco do Sul. O operação teve o nome de “Pombo de Ouro” porque a parte no contrato que previa o controle da praga de pombos compunha quase 80% do contrato.

Além disso, foram detectados fortes indícios de lavagem de dinheiro e financiamento de caixa 2 para a obtenção de contratos públicos. Verificou-se ainda que parte dos serviços não eram prestados. Na operação foi presa uma pessoa em Jaraguá, que seria presidente de um partido político, e outra em Uruguaiana, sendo que esta última foi presa por posse ilegal de arma de fogo com numeração suprimida.

O prejuízo estimado aos cofres públicos foi de aproximadamente R$ 1.180.000,00. Foi deferido judicialmente o sequestro de valores e de veículos e apreendidos três carros de luxo, que serão levados para a sede da DEIC, em São José. A reportagem tentou, sem sucesso, os nomes das pessoas que foram presas na operação

A ação contou com o apoio da 5ª Decor, Decor-Deic, DPCAMI de Blumenau, DIC de Blumenau, 1ª DP de Blumenau, Nint de Blumenau e Draco da Polícia Civil do Rio Grande do Sul.

Banner-Web-Portal-O-Corupaense-640x167