bianca-ad-hd
Banner-Web-Portal-O-Corupaense-640x167

Floriani Equipamentos para Escritorio=

Já faz algum tempo que Jaraguá do Sul figura nas listas de cidades mais tranquilas e seguras para se morar no Brasil. A prova disso, é que o primeiro homicídio registrado na cidade ocorreu no dia 20 de setembro, na Estrada Expedicionário Alvino Hornburg, no bairro Rio da Luz.

A vítima, Luís André Alves, de 23 anos, foi assassinado pela esposa de 23 anos e o sogro de 53 anos. A informação é da Divisão de Investigação Criminal (DIC), que cumpriu quatro mandados de prisão preventiva contra a esposa, suas duas irmãs e o cunhado. Todos foram à delegacia prestar depoimentos.

A mulher e seus familiares, desde o início das investigações disseram que Luís tinha sido vítima de latrocínio ou até mesmo morto por uma facção criminosa.

Porém, foram encontradas contradições na versão apresentada pela família e começaram a serem suspeitos do crime.

O delegado Diones Freitas, afirmou que o inquérito será concluído nos próximos dias pelo Ministério Público.

A mulher, ao ser presa, confessou que acabou atirando no marido com uma espingarda calibre 22 e que seu pai, desferiu uma facada em Luís. O corpo foi encontrado fora da residência com um corte no tórax e perfurações no peito. Ambos alegaram legítima defesa.

Banner-Web-Portal-O-Corupaense-640x167