bianca-ad-hd
Caso veio à tona em 2014; à época, a Polícia Civil disse que não havia “nada de ilegal nessa história” (Foto: Evgeny Makarov)
Banner-Web-Portal-O-Corupaense-640x167

Floriani Equipamentos para Escritorio=

O professor de história Wandercy Antônio Pugliesi se tornou conhecido nacionalmente e até virou notícia internacional depois da descoberta de um símbolo nazista no fundo de uma piscina na sua residência e de colocar o nome do seu filho de Adolf. Apesar da repercussão, o professor não foi condenado criminalmente nem judicialmente, pois a polícia entendeu, por o símbolo ser mantido dentro de sua casa, não foi caracterizada propaganda ao nazismo.

E devido a repercussão do caso, Pugliesi se candidatou a uma vaga para a Câmara de Vereadores de Pomerode. Mas a campanha durou pouco, pois o PL (Partido Liberal) anunciou ontem (8), que o professor foi expulso do partido. O diretório estadual afirmou “não compactuar ideologicamente com o filiado” e que “o partido reforça sua firme posição contra todo tipo de apologia à discriminação racial, religiosa e social”.

O PL de Santa Catarina também reiterou não ter tomado conhecimento anteriormente da filiação porque foi feita através do diretório municipal.

Banner-Web-Portal-O-Corupaense-640x167