bianca-ad-hd
Governador Carlos Moisés corre risco de sofrer impeachment (Foto: Ricardo Wolffenbüttel / Secom)
Banner-Web-Portal-O-Corupaense-640x167

Floriani Equipamentos para Escritorio=

O processo de impeachment do governador Carlos Moisés continua com a aprovação na tarde desta terça-feira (22), pela Assembléia Legislativa da formação da Comissão Especial de Impeachment que analisará o segundo pedido contra o mandatário.

O objeto da denúncia são ações de governo durante a pandemia – incluindo a contratação do hospital de campanha de Itajaí e a compra de 200 respiradores por R$ 33 milhões.

Formam a comissão os deputados Ana Campagnolo (PSL), Marcius Machado (PL), Kennedy Nunes (PSD), Fabiano da Luz (PT), Ada de Luca (MDB), Valdir Cobalchini (MDB), Sérgio Motta (Republicanos), Paulinha (PDT) e Nazareno Martins (PSB).

A aprovação ocorreu com a presença de 30 deputados. Foram 29 votos a favor da formação, e uma abstenção, do deputado Vicente Caropreso (PSDB).

A deputada Ada de Luca, que é a parlamentar mais antiga na comissão, terá a responsabilidade de convocar a primeira reunião do grupo, quando serão escolhidos o presidente, o vice-presidente e o relator da Comissão.

Banner-Web-Portal-O-Corupaense-640x167