bianca-ad-hd
Banner-Web-Portal-O-Corupaense-320x100

Os trabalhadores de Corupá que tiveram sua residência afetada pelo ciclone bomba de 30 de junho têm agora até o dia 28 de agosto para realizar o cadastro para retirada do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). A Defesa Civil prorrogou o prazo para atender toda a demanda. Até a manhã desta terça-feira (25), já haviam sido feitos 136 cadastros no município.

Os moradores que já se cadastraram e que ainda estão pendentes de apresentar alguma documentação, também devem entregar todos os documentos exigidos até 12 horas desta sexta, na Defesa Civil de Corupá. Não haverá nova prorrogação. Para realizar o cadastro, o morador precisa agendar um horário pelo telefone (47) 3375-2789. No dia e horário marcado, leve toda a documentação exigida, bem como imagens que comprovem os danos ou notas fiscais de compra de materiais para reforma.

Documentos necessários:

* Identificação com foto;

* Comprovante de residência com data anterior ao registro do ciclone (30 de junho), e com, no máximo, 120 dias anteriores à data do fenômeno. Ou seja, podem ser comprovantes dos meses de junho, maio, abril ou março de 2020;

* Fotos que comprovem os danos materiais causados pelo ciclone bomba em 30 de junho, ou notas fiscais de compras de materiais para reforma.

Análise do benefício

A análise e o parecer de aprovação ou reprovação do benefício será realizada unicamente pela Caixa Econômica Federal. A Defesa Civil de Corupá agirá apenas como mediadora entre trabalhador e banco. Não é de responsabilidade do órgão municipal a decisão de quem recebe ou não o FGTS.

Após a análise da Caixa, o trabalhador que for aprovado poderá solicitar o benefício diretamente pelo aplicativo FGTS. Conforme a Caixa, será disponibilizado valor de até R$ 6.220,00 por trabalhador, de acordo com o valor disponível na conta de cada pessoa.

Importante – Somente terá direito o trabalhador que:

* Tiver tempo de contribuição;

* Tiver movimentado a conta FGTS devido a decorrência de desastre natural, num período superior a 12 meses;

* Realizar o cadastro na unidade de Defesa Civil Municipal;

* Comprovar à Defesa Civil de Corupá os danos materiais ocorridos na residência.

Banner-Web-Portal-O-Corupaense-640x167