VAMOS AJUDAR? Corupaense faz campanha para realizar transplante de medula.

933
Banner-Web-Portal-O-Corupaense-640x167

Floriani Equipamentos para Escritorio=

Márcio Mauro Tamanini, 45 anos, foi diagnosticado com câncer há dois anos e já tem um doador

Márcio Tamanini precisa do seu apoio para realizar transplante de medula

Ele é funcionário da empresa Lunelli há anos e nas horas vagas, também lidava com a agricultura, mas nos últimos dois anos, sua vida mudou ao ser diagnosticado com um câncer. Segundo relatos de sua esposa, Maria Rosângela Weber Tamanini, Márcio começou a verificar a presença de alguns nódulos e ínguas pelo corpo, mas imaginou que não fosse nada muito sério. Por precaução, resolveu procurar um médico que, suspeitando do problema, o encaminhou a um oncologista, quando foi diagnosticado o linfoma. “Preciso destacar que tivemos 100 por cento de apoio da secretaria de saúde de Corupá, dos profissionais do SUS e da empresa Lunelli, que cede os medicamentos que ele utiliza”, fez questão de ressaltar. De lá para cá, a vida de Márcio se resume às sessões de quimioterapia e idas e vindas aos especialistas de Jaraguá do Sul e Florianópolis.

A necessidade do transplante

Após 14 sessões de quimioterapia, em dezembro do ano passado, os médicos disseram que a cura de Márcio estaria num transplante de medula, que a família espera poder realizar no mês que vem. Como em todos os casos assim, o próximo passo foi buscar um doador e por sorte dele, uma de suas duas filhas e o irmão mais velho, se mostraram  compatíveis. “Após os exames, os médicos optaram pelo irmão para ser o doador”, disse a esposa.

A campanha

Maria Rosângela Tamanini revela que tudo está bem encaminhado, mas o transplante, que será realizado em Florianópolis, se esbarra na necessidade de Márcio ter que permanecer, pelo menos, 6 meses na capital catarinense e é para bancar essa estadia, que a família iniciou uma campanha de arrecadação na internet. Apesar de todo o procedimento ser realizado pelo SUS, ela revela que será preciso alugar um local adequado, com condições para que Márcio possa superar mais essa fase de sua vida. Quando se faz um procedimento dessa natureza, o paciente fica muito suscetível a infecções devido à queda drástica do sistema de defesa do organismo. No total, estima-se que serão necessários aproximadamente R$ 23 mil, dinheiro que a família não tem, e até agora, conseguiu pouco mais de R$ 3 mil. “Faz dois anos que não posso trabalhar! Vendo a situação dele, às vezes me bate um desespero, mas preciso ser forte para poder ajuda-lo.  Eu não me sinto muito bem em pedir, mas se for para ele ficar bem, eu bato de porta em porta”, disse emocionada. Ela lembra também que era para ter realizado um bingo e algumas cartelas chegaram a ser vendidas, mas com a pandemia do coronavírus, o evento tem que ser adiado. “O bingo vai sair, mas só que agora não pode”, finalizou.

Como ajudar

Para apoiar a causa de Márcio Tamanini e doar qualquer quantia, é muito simples. Basta acessar: https://vaka.me/1128239. Ao jornal, Maria Rosângela disse que fará questão de prestar contas de cada tostão que for arrecadado.

Foto:

Banner-Web-Portal-O-Corupaense-640x167