Justo? Homem acusado de tentar matar policial, é condenado a mais de 9 anos de prisão

321
Floriani Equipamentos para Escritorio=
Banner-Web-Portal-O-Corupaense-640x167

Num julgamento que durou mais de 12 horas e que foi realizado ontem (19),Hélio Juvencio Custódio Júniorfoi condenado a 9 anos e dois meses de prisão pelo tribunal do juri, em Jaraguá do Sul. Do total da pena, 8 anos foi por tentativa de homicídio contra um policial e 1 ano e dois meses por desacato,resistência, em embriaguez ao volante. A sentença será cumprida inicialmente em regime fechado.

O caso

Durante uma ocorrência na rua Domingos Rodrigues da Nova, no Centro de Jaraguá do Sul, um policial foi agredido por um homem. A ocorrência foi registrada por volta das 23h30 do dia 14 de setembro do ano passado. Conforme a Polícia Militar, uma guarnição flagrou um Sandero sendo conduzido por um homem que realizava manobras perigosas na via. O motorista foi identificado posteriormente como Hélio Juvencio Custódio Júnior

A PM fez sinal para o cidadão parar, porém, ele não acatou a ordem e fugiu do local, mas foi abordado em seguida. O homem apresentava sinais visíveis de embriaguez.

Quando o homem percebeu que o veículo seria removido e a CNH apreendida, ele começou a se alterar. Os policiais tentaram acalmar o rapaz e, como não foi possível, deram voz de prisão. Ele se recusou a ficar na posição para ser algemado e começou a desferir socos, chutes e empurrões nos policiais.

Um dos socos, acertou o soldado Benivene, que acabou desmaiando imediatamente e foi encaminhado ao hospital São José, pelos Bombeiros Voluntários de Jaraguá do Sul com traumatismo craniencefálico. O homem continuava agressivo e começou a chutar a cabeça do policial. Em seguida, foi para cima do outro PM com chutes e socos. Esse segundo policial sacou uma pistola dando ordem para que ele deitasse. Nesse momento, o homem se rendeu.

Mesmo após ser algemado e com o reforço de outra guarnição da polícia, o homem continuou se debatendo e tentando empurrar os PMs. O homem foi conduzido à Delegacia por agressão grave, dolosa, desobediência, resistência, dirigir sob efeito de álcool e embriaguez ao volante e desacato policial.

 

 

Banner-Web-Portal-O-Corupaense-640x167