bianca-ad-hd
Banner-Web-Portal-O-Corupaense-640x167

Floriani Equipamentos para Escritorio=

Uma mulher ligou para a central regional de emergências por volta da 1 hora da madrugada de hoje (11), alegando que estava no hospital e queria fazer o registro de ocorrência contra um motorista de Uber pela prática de abuso sexual. No local, os policiais constatam se tratar de uma jovem de 20 anos, completamente embriagada. Ocorre que pouco tempo antes, uma viatura já teria atendido uma ocorrência com a mesma mulher, neste caso o solicitante foi o condutor do carro que avisou a polícia de que fez uma corrida para ela e chegando ao destino, a acusada se recusava a sair do carro dele. Já no hospital, ela exigia medidas contra o homem, mas as denúncias eram infundadas. Revoltada com a situação, a acusada passou a gritar com os policiais, xingando e fazendo gestos com o dedo para os militares. Neste momento, recebeu voz de prisão por desacato sendo conduzida  até a delegacia de polícia. Foi entrado em contato com o motorista do Uber, que se prontificou em ser testemunha do fato.

Banner-Web-Portal-O-Corupaense-640x167