Início Destaques Autarquia Águas de Corupá alerta população para cuidados com lixo cortante

Autarquia Águas de Corupá alerta população para cuidados com lixo cortante

1023
0
COMPARTILHAR

A Autarquia Águas de Corupá solicita à população que tome cuidado ao separar o lixo que será descartado. Conforme relatos de funcionários da empresa Serrana, responsável pelo recolhimento dos resíduos sólidos no município, algumas pessoas estão depositando vidros quebrados e outros objetos cortantes de forma inadequada no lixo comum o que vem ocasionando acidentes com os coletores.

PatrocínioFacebook Porttoni

Ferimentos causados por objetos cortantes são uma realidade na rotina dos funcionários que trabalham na coleta de lixo de Corupá. Tem sido grande a incidência de cacos de vidro e outros materiais cortantes e perfurantes colocados no lixo sem a proteção adequada.

Segundo o presidente da Autarquia Águas de Corupá Renato Wedderhoff, a empresa Serrana relatou que quatro coletores sofreram cortes nos braços e mãos entre os meses de novembro e dezembro depois de recolherem sacos com vidros quebrados colocados de forma incorreta. Apesar dos coletores usarem luvas, isto não impede o ferimento no caso do contato com objetos cortantes.

Renato comenta que é grande o número de pessoas que colocam cacos de vidro, espetinhos, agulhas de injeção e até recortes de folhas de metal (utilizados em calhas) no lixo sem a devida proteção.

Para não expor os coletores de lixo a estes riscos, o presidente da Águas de Corupá destaca que principalmente neste período de fim de ano, os cuidados devem ser redobrados, pois aumenta o número de garrafas e outros objetos cortantes que podem ferir os coletores.

Confira algumas dicas de descarte correto de lixo cortante:

1 – Cacos de vidro, latas e espetos – podem ser armazenados em garrafas PET, caixinhas de leite ou embrulhados com jornal ou papelão para depois serem descartados no lixo doméstico ou reciclável.

2 – Materiais de medicamentos, seringas, lâminas, devem ser levados a um posto de saúde para que seja feita a coleta e o descarte apropriado, não oferecendo riscos ao usuário, trabalhador ou meio ambiente.